anuncio

Hannah Montana: O Filme


“A trilha sonora é toda sobre Nashville, que é o lugar de onde eu vim, essa é a minha raiz. Acho que essa é uma boa parte da razão pela qual eu sou quem eu sou.” – Miley Cyrus

No dia 10 de Abril de 2009, a franquia sobre uma garota normal durante o dia e uma super estrela durante a noite ganha uma narrativa nas telonas, junto com uma trilha sonora que trouxe o maior sucesso da carreira de Miley. Em “Hannah Montana: The Movie”, a personagem de Cyrus, Miley Stewart, se envolve em um conflito enquanto seu lado Montana entra em guerra com Tyra Banks em uma loja. O pai de Stewart, interpretado por Billy Ray Cyrus, o pai de verdade de Miley Cyrus, a manda de volta para o Tennessee para ela voltar à suas raízes. E depois de passar um tempo com a natureza, Stewart balanceia os benefícios de uma vida com menos glamour. A história toda é contada também pelas músicas do filme, 18 faixas, um estilo musical que mistura pop, pop rock, country, romântico, R&B e hip hop. As letras enfatizam assuntos como a importância da família, do seu lugar de origem, de sua vida dupla, dos privilégios e vantagens que têm, e do que pode perder também, com toda essa fama e também reflexão, sentimentalismo, garra, nunca desistir, se manter firme, otmismo, maioridade e, claro, sobre amor, romance.

Produzido pela Walt Disney Records e lançado no dia 23 de Março de 2009, o álbum do filme estreou em segundo lugar do HOT 200 da Billboard, vendendo aproximadamente 138 mil cópias apenas nos Estados Unidos e quatro semanas depois atingindo o primeiro lugar da lista. O álbum também recebeu críticas positivas dos críticos em geral. As duas músicas que abrem a divulgação do filme são “Hoedown Throwdown” e “The Climb”. A trilha sonora começou a ser vendida dia 24 de Março de 2009 e tem 18 faixas: 7 são cantas por Miley Cyrus, uma por Billy Ray e uma com os dois. A revelação Steve Roushton contribui para duas músicas. Taylor Swift coloca uma nova música à lista, chamada “Crazier”; e Rascal Flatts adiciona uma versão acústica de “Bless the Broken Road”.

“Para nós é realmente único porque podemos promover Hannah Montana para mais pessoas além dos fãs da Disney […] O outro mundo do country fornece um novo mundo para a gente.” – Damon Withside, presidente de markenting da Disney

Produtores de peso trabalharam nesse álbum, principalmente John Shanks, que trabalha nas produções dos CDs de Miley e Matthew Gerrard que havia produzido anteriormente o tema da série, The Best of Both Worlds.

Alguns dos singles, além de “The Climb”, fizeram um grande impacto nos charts e todas as músicas countries funcionaram. A música solo de Billy Ray aparece Country Songs da Billboard e também serviu de título para o álbum do cowboy, lançado dia 7 de Abril de 2009, e não coincidentemente com a semana que o filme foi lançado.

“Nós queríamos honrar a série da Disney fazendo disso um sucesso […] Billy Ray é uma força a mais para Miley e a completa. Queríamos estabilizar isso fazendo da música uma parte da vida deles.” Mitchell Leib, presidente da sessão de trilhas sonoras da Disney

Enquanto a série de Hannah Montana compartilha pelo mundo sua justa quantidade de música, o filme toma mais um passo. No longa, o filme aparece constantemente como uma parte da vida deles – Rascal Flatts canta numa festa da vizinhança, assim como acontece diariamente. É uma estratégia narrativa lançar uma trilha sonora, assim como “Juno” e “Crepúsculo”.

“Claro que, Miley e Disney têm desfrutado de um enorme sucesso juntos. Nós queríamos fazer algo que combinasse com o interesse de Miley de interpretar várias coisas no filme e nos negócios da música. Ficamos sensibilizados com a direção da carreira de Miley.” Mitchell Lei, presidente da sessão de trilhas sonoras da Disney

O grupo contou com vários músicos para o filme cantando e interpretando papeis pequenos, como os Rascal Fletts que estiveram lá interpretando eles mesmos; Swift canta no show de abertura, como ela mesma; Vanessa Williams, também cantora, interpreta a publicitária de Hannah.

A Disney planeja esse tipo de personagem com uma precisão quase militar e a mesma máquina de marketing que promoveu Miley Cyrus fez isso com a trilha sonora. Desde a seleção de elenco, basicamente importados do mundo country, até as referências pops, como visto em “Howdown Throwdown”, o marketing e o filme souberam mesclar o melhor dos dois mundos de Miley, o lado Hannah, Pop, e o lado Stewart, Country. Assim, o filme alcançaria um maior público.
Compositores como Nikki Hassman e Adam Anders aceitaram o desafio e trabalharam com o coreógrafo Jamal Sims e o diretor Peter Chelson para criar a sequência que espalha o lado pop do filme.

Quando se tratou de divulgar a música, Disney a colocou para rodar intensamente na Rádio Disney – terminando na semana do dia 15 de março. Era a décima música mais pedida para tocar e o vídeo do Youtube ensinando a cantar alcançou mais de 1 milhão e 200 mil visualizações em apenas duas semanas!

TRACKLIST

01. You’ll Always Find Your Way Back Home
02. (let’s Get) Crazy
03. The Good Life
04. Everything I Want
05. Don’t Walk Away
06. Hoedown Throwdown
07. Dream
08. The Climb
09. Butterfly Fly Away
10. Backwards
11. Back To Tennessee
12. Crazier
13. Bless The Broken Road
14. Let’s Do This
15. Spotlight
16. Game Over
17. What’s Not To Like
18. The Best Of Both Worlds

COMPOSIÇÃO

Grande parte das músicas da trilha sonora é de créditos de Peter Chelsom, o diretor. O diretor usou as músicas para descrever a família, as relações e o ambiente onde o filme se passava. As músicas não eram apenas um background no filme, mas sim um complemente a história.

“Peter Chelsom descreve a família Stewart como uma família bilíngue, cujo segundo idioma é a música, e isso é verídico no filme.”

Alfred Gough, Produtor

Apesar de a música fazer parte do filme, de uma forma forte e irreversível, os produtores não pensavam no filme como um musical. Sempre que chegavam em escalas muito próximas de um conceito como o de um musical, os produtores e escritores mudavam o necessário para se afastar desse gênero. Eles queriam um filme que integrasse a música, mas ainda assim, não um musical.

“Dançamos continuamente bem perto da convenção de um musical, mas isto é mais integrado. As canções se encaixam, não vão além do filme. Às vezes você não vai notar a música que está tocando; ela apenas auxiliará no desenvolvimento da história.” – Alfred Gough, Produtor

Outra vontade dos produtores era fazer com as músicas alcançassem o gênero de Miley sem se focar no público alvo da cantora. O objetivo era mesclar gêneros que pudessem satisfazer a massa, aumentando o público do filme e, consequentemente, da série.

“Nós percebemos que esta era uma oportunidade de avançar com a música, para atualizá-la e torná-la mais sofisticada, para combinar com a idade de Miley. Eu nunca tive uma experiência musical tão boa quanto nesse filme.” – Peter Gough, Diretor

A música “Don’t Walk Away” foi co-escrita por Miley, e entraria em seu álbum Breakout de 2008. No processo de seleção final a música foi descartada. Os produtores do filme tiveram acesso a esse material e viram potencial na música, adicionando-a então como parte da Trilha Sonora depois de a música ser regravada por Miley. “Dream” é um cover da canção de Diana DeGarmo, “Dream, Dream, Dream”, do álbum debutante Blue Skies. Debaixo do nome de Hannah Montana, Miley interpretou a música “Let’s Do This”, originalmente escrita e gravada pela cantora country americana Adam Tefteller.

ELENCO

Miley Cyrus
Miley Stewart & Hannah Montana

Billy Ray Cyrus
Robby Ray Stewart

Emily Osment
Lilly Truscott & Lola Luftnagle

Jason Earles
Jackson Stewart

Mitchel Musso
Oliver Oken

Moises Arias
Rico Suave

Lucas Till
Travis Brody

Margo Martindale
Vovó Ruby

Vanessa L. Williams
Vita

Tyra Banks
Tyra Banks

Taylor Swift
Taylor Swift

Rascal Flatts
Rascal Flatts

TRAILER

CRÍTICAS

Os críticos em geral receberam bem a trilha sonora, alguns comparando Miley com Shania Twain em “Dream”, Kelly Clarkson em “Don’t Walk Away”, Avril Lavigne em “The Good Life”, Gwen Stefani em “Spotlight” e “Let’s Get Crazy” como uma tentativa de Miley de atingir o público mais maduro.

Heather Phares da Allmusic.com observou a presença de tantos gêneros drasticamente diferentes que faz com o que o álbum soue um pouco “estranho”. Afirmou também que as canções de Miley foram executadas como se fossem as melhores canções, o que para ela seria um equivoco. Heather intitula “Crazier”, de Taylor Swifit, a “melhor canção em Hannah Montana: The Movie”.

O filme foi indicado ao Teen Choice Awards e no American Music Awards em 2009, como Álbum de Trilha Sonora e Melhor Trilha Sonora, porém ambas perderam para a trilha sonora de Crepúsculo. E ainda “Back to Tennessee”, “Butterfly Fly Away”, “Don’t Walk Away”, “Hoedown Throwdown” e “You’ll Always Find Your Way Back Home” foram incluídas na lista de pré-indicações ao Oscar de Melhor Canção Original.

CHARTS

Estreou na Billboard 200 em segundo lugar, vendendo 139 mil cópias vendidas, na terceira semana vendeu 196 mil, mas só na quarta semana alcançou o primeiro lugar, vendendo 133 mil cópias e se consagrando a primeira tirlha sonora à alcançar o topo da Billboard 200. Também ficou em primeiro Billboard Top Country Albums por nove semanas não-consecutivas e Top Soundtracks por dezenove semanas não-consecutivas e após 2 meses, o álbum ganhou certificado de platina, por vender mais de um milhão de exemplares.

No Canadá, a trilha sonora também estreou em segundo lugar e se manteve em primeiro durante duas semanas. Na Nova Zelândia, estreou em sétimo lugar e ficou em primeiro durante uma semana, ganhando platina por vender mais de 15 mil cópias. Na Austrália, ficou em sexto lugar, mas mesmo assim ganhou platina, vendendo mais de 70 mil cópias. Na Espanha não foi diferente, estreou em décimo oitavo lugar, mas atingiu o primeiro em quatro semana, também ganhando certificado de platina por vender 80 mil cópias. A trilha sonora ganhou ouro na Áustria, por vender 10 mil cópias e no Brasil, por vender 40 mil cópias, além de ser o segundo álbum mais vendido no Brasil e na Polônia também ganhou certificado de ouro. Em Portugal, Bélgica, Dinamarca, México, Noruega, Suécia e Suíça o álbum chegou ao topo, mas não ganhou nenhum certificado.

No dia 13 de dezembro de 2008, “Let’s Do This” estreou na Radio Disney e no Disney Channel, e alcançou a sexagésima nona posição no Canadá, quinquagésima sétima posição na Billboard Hot 100 e vigésima sexta no Canadian Hot 100. Já “Back To Tenesse” alcançou apenas a quadragésima sétima posição no Hot Country Songs, e estreou apenas no Disney Channel. A faixa “Crazier”, cantada pro Taylor Swift, se tornou o maior sucesso não-single do álbum e alcançou a décima sétima posição na Billboard Hot 100, sexagésima quarta na Austrália e centésima na Inglaterra.

SINGLES

“The Climb”, o primeiro single do filme, foi lançado no dia 5 de março de 2009 e vendeu 722 mil cópias digitais nos Estados Unidos.

“The Climb” é a melhor coisa que já aconteceu para mim. Tocou em cada tipo diferente de rádio. Eu conheci todos. Eu encontrei pessoas de três anos de idade, 30 anos, 80 anos [ouvindo a música] […] Eu tenho muitos fãs diferentes. – Miley Cyrus

A canção fala sobre dar importância ao que realmente importa, se manter pé no chão, sobre persistência e garra, não se deixar abalar sobre o que falam de você.

Para ajudar na divulgação do filme, a música recebeu um clipe, onde Miley é vista andando, seguindo seu caminho, e algumas cenas retiradas do filme. O clipe foi comparado a “I’m Not a Girl, Not Yet a Woman” de Britney Spears.

Ficou no top 10 nos Estados Unidos, Austrália, Canadá e Noruega e top 20 em muitos outros países, além de ficar por quinze semanas consecutivas no Hot Adult Contemporary Tracks. Atingiu o sexto lugar na Billboard Hot 100. O single fez tanto sucesso que entrou como faixa bônus para o EP The Time Of Our Lives de Miley.

O segundo single, “Hoedown Throwdown”, foi considerado como “infantil” pelos críticos, por acharem uma mistura estranha de países e estilos urbanos. Para a divulgação, a cena da música foi filme foi editada virando um vídeo clipe, além de, um vídeo onde Miley, o coreografo responsável e alguns dançarinos ensinam os passos da música.

“Nós fizemos isso em um dia! Nós meio que fizemos isso do nada quando estávamos juntos. […] Bem, você meio que tem que ter coordenação pra fazer isso.” – Miley sobre a coreografia de Hoedown Throwdown

“Hoedown Throwdown” atingiu o top 10 na Irlanda, top 20 em várias regiões, alcançou a quadragésima sexta posição na Billboard Hot 100 e a quinta posição no iTunes Top 100 Songs.

divulgação

Para a gravação da terceira temporada de Hannah Montana, Miley fez performances de “Let’s Get Crazy”, “Let’s Do This” e do remix de “The Best Of Both Worlds”. As músicas, apesar de também fazerem parte do CD da Trilha Sonora da terceira temporada de Hannah Montana, ajuldaram na divulgação do CD do filme, já que os vídeo clipes dos mesmos, todas apresentações ao vivo, foram lançadas antes mesmo do CD da terceira temporada. Miley também apresentou The Climb, em um evento em celebração à posse de Barack Obama, chamada Posse das crianças: “Somos o Futuro” e se apresentou na Academy of Country Music, Tonight with Jay Leno, American Idol, Good Morning America, Live with Regis and Kelly, AOL Sessions, na 20ª A Time for Heroes Celebrity Carnival, The Today Show e na 1ª D23 Expo, para divulgar o álbum.

O Disney Channel também lançou o The Miley Session, uma série de clipes promocionais que mostra a Miley cantando e gravando no estúdio, e Hannah Montana: O Filme Playback, o qual Miley volta às cenas do filme, mas dessa vez conta a história de cada música. Em questão a turnê, Miley visitou rádios acústicas em cinco cidades, para promover o álbum e ainda fez a performance de quatro canções do álbum na Wonder World Tour.

CURIOSIDADES

  • O álbum possui o tema da série: “The Best of Both Worlds.
  • Miley ajudou a escrever a faixa “Don’t Walk Away”.
  • “The Climb” foi o maior hit do álbum.
  • Para Miley, a melhor cena do filme é quando ela canta a música “Hoedown Throwdown”, que se tornou sua música favorita do álbum por mesclar tão bem o pop com o country, uma marca de Miley que ficou selada em seu segundo álbum solo, Breakout.
  • O diretor do filme, Peter Chelsom, queria que as músicas combinassem com a trama do filme, queria que combinassem com a vida e o que se passava com os personagens.
  • “The Climb” entrou para o terceiro álbum da cantora, o “The Time of Our Lifes”.
  • O CD foi indicado a “Choice Music: Álbum Soundtrack” e “Favorite Soundtrack” no Teen Choice Awards e American Music Awards, mas perdeu para a trilha Sonora de Crepúsculo.
  • O álbum recebeu Disco de Platina nos Estados Unidos por vender mais de um milhão de exemplares.
  • Alguns países lançaram um CD com a versão de karaokes das musicas do filme.
  • No Brasil, o álbum foi certificado como disco de ouro por 40.000 cópias vendidas.
  • A música “You’ll Always Find Your Way Back Home” que Hannah Montana canta no final do filme, foi escrita pela cantora country Taylor Swift.
  • Durante as cenas finais do filme onde a câmera filma o parque inteiro, vemos que não tem ninguém em nenhum brinquedo.
  • No dia 18 de Agosto de 2009 foi lançada pela Disney uma versão Karaoke da trilha sonora, originalmente chamada “Disney’s Karaoke Series: Hannah Montana The Movie”.

ONDE COMPRAR