anuncio

Fly on the Wall


REVIEW

“Fly On The Wall” se trata de um básico pedido já feito por Lady Gaga, Britney Spears e muitas outras cantoras. Algumas ousam falar que os amam, outras oferecem seus pedaços, outras são diretas e dizem que os odeiam, enquanto Miley descreve lentamente na veloz batida a sua relação com aqueles que ganham dinheiro em cima de sua fama. Nada mais justo que então tentar fazer dinheiro em cima deles. A pergunta que da base ao refrão, “Você não queria ser uma mosca na parede?”, é diretamente a eles, que querem saber todos os segredos de Miley.

“Minhas músicas favoritas do álbum são ‘Fly On The Wall’ e ‘7 Things’, que são muito pessoais, então fico contente por poder dividir isso também.” – Miley Cyrus

A música quebrou uma nova fase de Miley, o que antes era um rock leve sobre relacionamentos amorosos, agora passa para uma batida pop-rock chiclete. O contexto ainda é um relacionamento, mas o ódio/amor expressado no single anterior a “Fly On The Wall”, não faz bem o gênero. Miley os compreende na música, os chama para perto e grita a eles o que fosse preciso dizer.

“Come a little closer / and what I’m gonna say is”. O que Miley quer dizer? A música em si já é um desabafo, mas depois do lançamento da música como single, Miley se pronunciou dizendo onde arrumou um sentido para a música e o que ela significa:

“Eu escrevi [essa música] para a mídia. Pois sempre sinto que a mídia quer estar o tempo todo em minha vida, e sempre querem saber mais coisas sobre a minha vida. Eles estão na minha casa, no meu quarto, em todos os lugares. E é como, eu vou a diferentes lugares, tentando ‘fugir’ deles, mais parece não funcionar, como se eles pudessem voar.”

Miley Cyrus escreveu a música “Fly On The Wall” pensando em seus amigos e nos paparazzi. A revista americana Popstar! perguntou a ela se sua canção era sobre querer saber tudo sobre alguém e se ela já sentia os desejos mundias “voarem para a parede”, e Miley respondeu:

“Sim, eu freqüentemente me sinto desse jeito. Quando eu estava escrevendo essa música, eu estava escrevendo para um namorado e então era como, ‘Você sabe sobre isso?’ Eu quero escrever isto para um paparazzi. Porque eu juro, eles são como, você sabe, eles ficam o dia inteiro na sua cola. Então é ótima uma canção trazida aos paparazzi, é muito difícil manter a vida preservada”

Escrita por Miley Cyrus, Antonina Armato e Tim James, “Fly On The Wall”, o segundo single do álbum “Breakout” virou hit ao longo de sua estréia. A canção tem um conceito de uma batida forte de Black Music e Pop com muitos passos arriscados de Electropop. A música desde o inicio do lançamento do seu segundo álbum de estúdio recebeu muitos elogios.
O single estreou na Rádio Disney em 9 de Agosto de 2008, e foi exibido no canal pago Disney durante os comerciais do Disney Channel Games. No iTunes, “Fly On The Wall” foi lançado em 9 de Dezembro de 2008. A canção alcançou a marca de mais de 250.000 vendas digitas, só no ano passado.

VIDEOCLIPE

Miley queria “brincar” com os paparazzi no vídeo clipe de “Fly On The Wall”. Essa era a ideia do clipe na cabeça de Miley quando ela chamou Philip Andelman. Já Andelman, tinha uma outra perspectiva. Os dois não queriam algo muito sério, então ao invés de zuar da cara de paparazzi, eles resolveram dar um aspecto engraçado e irônico ao vídeo.

“O conceito é parecido com ‘Trillher’, os paparazis vão se tornar zumbis e iram me atacar e atacar o meu namorado, e ele está tentando me salvar, mas não sei, ele é um paparazi também, então é eu me escondendo e tentando fugir, é bem divertido porque estou fugindo do meu namorado e ao mesmo tempo estou fugindo dos paparazis e basicamente passo o vídeo inteiro tentando achar o meu caminho.”

Filmado em 8 Novembro de 2008, em um estúdio no centro de Los Angeles com o diretor Philip Andelman, “Fly On The Wall” estreou em 5 de Dezembro do mesmo ano às 8:00 horas da noite, no FNMTV da MTV, apresentado por Pete Wentz.
O vídeo começa com um pequeno segmento de uma música dramática. Em seguida, concentra-se em Cyrus vestindo uma camiseta branca, jeans, botas e uma jaqueta de couro preta, e seu namorado, deixando o cinema e discutindo sobre o filme que viram. De repente, o namorado Miley começa a tossir e uma lua cheia surge de trás das nuvens. Miley fica horrorizada quando ela o vê se transformar em um paparazzi, ela foge e ele grita “Miley, venha aqui. Eu só quero algumas fotos” e tenta tirar fotos dela. Depois da cena que da base ao vídeo clipe é formada, a música de “Fly on the Wall” começa a tocar, com Miley em uma garagem tentando se esconder atrás de um pilar e um Mercedes SLR preto conversível. Assim que Miley tenta afastar-se do carro, uma multidão de paparazzi começa a persegui-la com suas câmeras. Durante grande parte do vídeo, Miley corre e se esconde da multidão. Clipes de Miley dançando e cantando em frente ao carro, cortam o video clipe em toda a sua funcionalidade.
Eventualmente, Miley é encurralada pelos paparazzi. Ela está assustada, e inesperadamente os paparazzi começam a dançar de forma sincronizada, o que a deixa chocada. O namorado dela então chega no conversível para resgatá-la. Dentro do carro, Cyrus descreve seu estranho encontro com os paparazzi com ele. Sem que Miley soubesse, havia uma câmera de vídeo no carro, o vídeo da música termina com uma passagem do site, ele envia o vídeo abaixo da manchete “Miley Cyrus Bugs out at Paparazzi!”

“É sobre como eles pensam que sabem tudo sobre mim, quando eles não sabem. Eles querem ser uma mosca na minha parede e me verem 24 horas por dia.”

O vídeo começa semelhantemente ao videoclipe de Michael Jackson, “Thriller”, além disso, a coreografia que os paparazzis dançam é semelhante à de “Bad” do Michael Jackson. Depois de feitas as acusações, Miley se pronunciou através de um vídeo no seu fan club Miley World, e também em sua página no YouTube.

“Queria agradecer pelo enorme sucesso de ‘Fly on the Wall’. Obrigada, pessoal. Mas estou triste, porque algumas pessoas disseram que estou copiando Micheal Jackson no meu vídeo. E há um ponto. Eu o amo, acho ele maravilhoso. Mas eu gostaria de dizer que não tentei imitá-lo. Eu apenas me inspiro nele, pois ele é ótimo, assim como ‘Thirller’. Então, queria esclarecer isso.”

Clique aqui para saber mais alguns detalhes do clipe.

Mais tarde o vídeo ganhou uma nova versão chamada “Fly On The Wall – Final Alternativo”, ou seja, com um final diferente, onde Miley participa da dança. O vídeo é apenas promocional.

DESEMPENHO

Nas primeiras semanas do mês de Agosto de 2008, “Fly On The Wall” chegou a 69ª posição no Hot Digital Songs, devido apenas ao lançamento do CD “Breakout”, mas não conseguiu chegar a Billboard Hot 100. Na semana seguinte, saiu completamente dos charts americanos. Durante o resto de 2008, a música atingiu o pico dos gráficos nos E.U.A, chegando ao número #72 no Hot 100 Airplay e #64 no Pop 100 e Pop 100 Airplay. Durante as 4 semanas seguintes ao dia 10 de Janeiro de 2009, a música atingiu o número #83 no Hot 100 do Airplay, caindo nas semanas seguintes.
Nos charts canadenses, o Canadian Hot 100, debutou na posição #73 no final de semana do começo de Agosto de 2008 e foi subindo e descendo nos charts canadenses até alcançar sua última semana nos gráficos, em 7 de Fevereiro de 2009.
A música teve um maior sucesso nas nações europeias. No começo de Janeiro de 2009, “Fly On The Wall” debutou no UK Singles Chart na casa #90. Entre Janeiro e Fevereiro de 2009, a música subiu, encontrando melhores posições durante 4 semanas seguidas. No final de Fevereiro, a canção chegou ao número #16 e deu a Miley Cyrus sua segunda melhor posição nos charts da Europa. Depois disso, em meados de Abril, nas últimas semanas em que a música ficou nos charts europeus, alcançou a posição #86. No European Hot 100 a música chegou ao número #27 na semana que terminou em 7 de Março de 2009 e passou um total de 20 semanas no chart. No final de Janeiro, no Irish Singles Chart a música estreou em 49º. Semanas depois, a música alcançou o número #33 antes de sair do chart em 12 de Março.
Na Áustria, a música debutou e alcançou o número #57 na semana do dia 18 de Março, e depois de duas semanas, saiu dos charts. Ficou por 7 semanas no German Singles Chart na casa #62.

CRÍTICAS

“Fly On The Wall” recebeu críticas positivas em geral. Bill Lamb do About.com descreveu a canção como uma “corrida de anfetaminas” e elogiou isso pelo seu gênero “pop teen”, classificando-a como uma das “faixas top de ‘Breakout'”.
Heather Phares da AllMusic disse que a canção foi uma “versão popular” de ‘Toxic’ da cantora Britney Spears e que a canção é uma boa direção para a carreira musical de Miley”. Sarah Rodman do The Boston Globe disse que “Fly On The Wall”, foi uma mudança de ritmo para Cyrus e falo que é a “música mais interessante do álbum”.
Mikael Wood do The Los Angeles Times disse que a música é o resultado dos padrões regulares da “Walt Disney Company”, mas “a melhor fatia do CD”.
Junto com “Full Circle”, Sal Cinquemani da Slant Magazine disse que a canção era a “mais digna” seguida por “See You Again.” Mordechai Shinefield do The Village Voice, afirmou que a música era “incrivelmente brilhante” e que era “a melhor [do Breakout].
Johnny Dee da Virgin Media disse que as canções “7 Things” e “Fly On The Wall” foram um estouro e que “iria promover uma carreira de longo prazo [para Miley]”.
Ratliff disse negativamente que Fly on the Wall não passa de uma semelhança entre as músicas do grupo The Pussycat Dolls e disse que, embora a voz de Miley é rica com uma gama profunda, tornou-se como “apertos e mesquinos”. No entanto, ele também disse que a canção tem uma “precisão adolescente”.

DIVULGAÇÃO

Miley passou por diversos programas de TV, festivais, shows especiais, entre outros, para promover seu single, assim como o CD “Breakout”. Confira alguns:

04 de Maio de 2008 – Disney Channel Games
18 de Julho de 2008 – Good Morning America
14 de Setembro de 2008 – City of Hope (Show Beneficente)
27 de Setembro de 2008- Foxwoods
05 de Outubro de 2008 – BBC Switch, Londres
31 de Dezembro de 2008 – Ano Novo com MTV
27 de Outubro de 2008 – Goya Club em Berlim (Show & Gravação especial)
30 de Outubro de 2008 – The Showcase em Paris
23 de Novembro de 2008 – American Music Awards
24 de Novembro de 2008 – FNMTV (MTV)
25 de Novembro de 2008 – Dancing With the Stars
19 de Janeiro de 2009 – Kid’s Inaugural: We’re the Future (Posse do Presidente Barack Obama)
24 de Abril de 2009 – Inauguração da Loja da Apple em Londres
07 de Junho de 2009 – A Time for Heroes (Show Beneficente)
25 de Outubro de 2009 – City of Hope (Show Beneficente)
19 de Maio de 2010 – Rock in Rio Lisboa
06 de Junho de 2010 – Rock in Rio Madri

Seguido de “Bottom of the Ocean” e sucedido por “Let’s get Crazy”, “Fly on the Wall” é uma das músicas da set list da primeira turnê internacional de Miley, a Wonder World Tour. A performance começa com duas grandes telas mostrando um sapo tentando pegar duas moscas, que seriam dois acrobatas escalam paredes imaginárias. Miley e seus dançarinos aparecem em um trator verde para começar a música. Ela veste um extravagante vestido branco e usa uma coreografia elaborada. Em certo ponto da performance, Miley inesperadamente voa por cima da platéia por alguns segundos. Para finalizar, ela e seus dançarinos fazendo um tributo a Michael Jackson, dançando um pedaço de “Thriller”.
A performance e produção da canção no palco foram um enorme sucesso e, sem dúvida, uma das mais esperadas por quem comprava seu ingresso para assistir Cyrus na Wonder World Tour.

Clique aqui para saber mais sobre a Wonder World Tour.

Seguida de “Forgiveness and Love”, “Fly on the Wall” marca presença na turnê pela América Latina, Ásia e Oceania, a Gypsy Heart Tour. Miley canta a canção com calça e camisa de couro com brilhos e um grande salto alto. O entretenimento da música fica por conta dela, que dança sensualmente, faz poses e se joga no chão do palco para mostrar tudo que a música representa pra ela.

Clique aqui para saber mais sobre a Gypsy Heart Tour.

CURIOSIDADES

  • No programa Ant and Decs Saturday Night Takeaway, do dia 14 de Fevereiro em Londres, Miley esqueceu a letra da música. Ela teria virado para sua amiga, Mandy Jiroux, durante a performance e dito “eu esqueci a letra”.
  • Fly On The Wall é a música preferida de Miley, junto com 7 Things.
  • A música foi tocada pela primeira vez no Disney Channel ’08.
  • Desde sua estréia, a música já recebeu 3 coreografia completamente diferentes.
  • Para Miley, a melhor performance ao vivo que ela já fez foi a de “Fly On The Wall” no American Music Awards ’08. Miley disse que a performance se encaixou perfeitamente com o que a letra da música pretende passar e também ficou bem sintonizada com o estilo do clipe. No mesmo dia dessa apresentação foi o aniversário de 16 anos de Miley e algumas cantoras e amigas, além de sua mãe Tish, fizeram um bolo surpresa para a cantora nos bastidores. Além disso, foi Billy Ray Cyrus que apresentou sua filha ao palco.
  • Alguns fãs de Miley acusaram a cantora Kelly Clarkson de ter plagiado a música “Fly On The Wall”, dizendo que as batidas e alguns vocais de apoio da música “If I Can’t Have You” do seu novo álbum “All I Ever Wanted”. As acusações são tomaram proporções maiores.
  • Miley cantando FOTW em um quarto de hotel na Europa enquanto promovia “Breakout”: