anuncio
13
fev
2015

Miley Cyrus para o Sunrise: Confira a entrevista.


Falando sobre: Notícias

Durante a coletiva de imprensa dos produtos MAC, Miley concedeu uma entrevista para o programa Sunrise, da Austrália, o qual ela se apresentou durante sua passagem da Bangerz Tour no país. Miley adotou vários assunto, de AIDS á fãs. E contou como os fãs de lá e da America do Sul são “barulhentos”, confira a entrevista abaixo:

 


Miley Cyrus tem uma base enorme de fãs. Mais de 50 milhões de likes no Facebook, mais de 19 milhões de seguidores no Twitter e 15 milhões fãs no Instagram.

Ela acabou de lançar uma nova campanha com um grande impacto. Miley se ofereceu para ser o novo rosto da MAC, a fim de levantar fundos para uma instituição de caridade.

Cada centavo de seu batom ou gloss VIVA Glam será direcionado a ajudar homens, mulheres ou crianças que foram afetados pelo vírus HIV.

“Queremos começar a conscientizar a população e iniciar um debate global sobre essa causa, mas também queremos arrecadar o dinheiro para isso, pois, se você tem o dinheiro pode ajudar de forma melhor. Por exemplo: podemos iniciar novas pesquisas a fim de achar a cura. Quero que isso aconteça. Quis isso a minha vida toda.”

“As pessoas ficam constrangidas quando o assunto é sexualidade, então não fazem muitas perguntas e os jovens também não perguntam. Acredito que eu sendo eu uma estrela pop e sendo alguém que não tem vergonha de falar sobre sexo, podemos começar a levar esse assunto adiante.”

Miley lembrou-se de momentos em sua mais recente turnê e classifica opúblico de fãs australianos como os melhores do mundo.

“Eles são muito barulhentos e existem poucos lugares que são assim. Eu fiz uma turnê na América do Sul antes de vir para a Austrália e eles são assim também. Deve ser porque eu não estou sempre por lá, então quando eu vou os fãs ficam fora de si. É uma loucura!”

“Os fãs piraram naquele dia! Não sei se vocês sabem, mas eu descobri que eles já estavam lá dias antes do show. Fizeram uma fila e passaram a noite lá. Foi ótimo, diferente… Era bem cedo, mas eles tornaram tudo muito divertido e fizeram a festa.”